Últimas
Produtor da notícia

Eleições2012: cidadãos devem contribuir para consolidação da paz em Angola

16 de Setembro de 2012, 10:48

O segundo secretário provincial do MPLA no Huambo, Agostinho Ndjaka, defendeu sábado, na vila municipal do Mungo, a necessidade de um maior contributo dos cidadãos no processo de consolidação da paz e de reconciliação nacional.

O político intervindo no final de uma passeata promovida pelo secretariado municipal do partido no Mungo, alusiva à vitória do MPLA nas eleições gerais de 31 de Agosto.

Disse que a conquista da paz a 4 de Abril de 2002 constituíram os principais patrimónios do povo angolano, pelo que cidadãos devem contribuir para sua consolidação.

Segundo o dirigente partidário, sem a paz é impossível desenvolver um determinado país, construir e reconstruir escolas, hospitais, estradas, pontes, entre outras, infra-estruturas de impacto social, bem como o aumento da produção agro-pecuária para o bem-estar social das famílias.

Por isso, acrescentou Agostinho Ndjaka, as autoridades tradicionais, eclesiásticas, professores e a sociedade civil no geral, devem transmitir mensagens de paz e de unidade entre os angolanos, visando a consolidação e promoção da democracia.

"O MPLA durante o seu mandato de cinco anos (2012/2017), além de dar continuidade o processo de crescimento e desenvolvimento do país para melhorar a qualidade vida dos cidadãos tal como diz o seu lema de campanha. MPLA - a crescer mais e a distribuir melhor, tem de consolidar a paz e a democracia, assim como deve continuar a trabalhar para vencer as eleições de 2017", sublinhou.

A passeata percorreu as principais ruas da vila, situada a 130 quilómetros a norte da cidade do Huambo, capital da província.

Pelo círculo provincial do Huambo, segundo os resultados finais divulgados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), o MPLA conseguiu quatro deputados, dos cinco possíveis.

Banca de jornais

Rádios Online
Angola vai a votos
Saiba onde votar