Últimas
Produtor da notícia

UNITA, CASA-CE e PRS querem impugnar resultados

10 de Setembro de 2012, 15:09

Três partidos oposição, nomeadamente: UNITA, Casa-CE e PRS depositaram ontem (domingo) no 2º Cartório Notarial de Luanda, requerimentos em que contestam os resultados das eleições gerais de 31 de agosto, abrindo caminho à impugnação do ato eleitoral, disseram à Lusa fontes partidárias.

Após formalização, a Comissão Nacional Eleitoral (CNE), vai dispór de 48 horas para responder àqueles partidos, que poderão recorrer da decisão para o Tribunal Constitucional.

Segundo os resultados definitivos anunciados sexta-feira pelo presidente da CNE, André Silva Neto, o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), venceu com maioria qualificada, elegendo 175 deputados e obtendo 71,84 por cento.

Dos três partidos que contestam os resultados, a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), que elegeu 32 deputados (18,66%), a Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral, com oito deputados (6,00%) e o Partido de Renovação Social, com três deputados (1,70%).

Alcides Sakala, porta-voz da UNITA, havia declarado na manhã da votação, à Lusa, que iria impugnar o acto eleitoral.

À Lusa falou também com Alexandre Sebastião André, mandatário da CASA-CE, que justificou a apresentação do requerimento com a "grande discrepância" entre os resultados divulgados pela CNE e a contagem paralela que a coligação está a efectuar.

Banca de jornais

Rádios Online
Angola vai a votos
Saiba onde votar