Últimas
Produtor da notícia

Nova Democracia apela militantes a manterem calma

06 de Setembro de 2012, 12:42

Luanda - A coligação Nova Democracia- União Eleitoral apelou quinta-feira, em Luanda, os militantes da sua formação partidária a manterem a calma e serenidade nesta face difícil da história.

De acordo com um comunicado chegado hoje à  Angop em Luanda, a propósito dos resultados provisórios divulgados pela CNE no âmbito das eleições gerais de 2012, refere que as eleições são apenas um processo que serve para legitimar as instituições do país e que Angola não termina com este pleito.

“Dignos militantes, simpatizantes da Nova Democracia, devem aguardar com coragem, determinação e energia decuplicada as instruções que vos serão dadas. Não entreis em desespero, a vida política é mesmo assim”, lê-se no comunicado.

“Vamos encarar esses resultados com espírito desportivo, certos de que amanhã faremos o melhor”, frisou.

Por outro lado, a ND pediu às instituições da república saídas deste processo para melhorarem os mecanismos eleitorais, bem como as condições para o exercício da vida democrática nos próximos cinco anos.  

A ND conseguiu até agora 0,22 porcento dos votos escrutinados, numa contagem liderada pelo MPLA com 71,82 pc, quando restam menos de cinco porcento de apuramento.

A ND, constituída por sete formações políticas, é encabeçada por Quintino Moreira, e concorre pela segunda vez depois de 2008, em que elegeu dois deputados.

 

Banca de jornais

Rádios Online
Angola vai a votos
Saiba onde votar