Últimas
Produtor da notícia

"Governo do MPLA para todos"

04 de Setembro de 2012, 11:33

O Presidente reeleito, José Edu­ardo dos Santos, anunciou que vai formar, em breve, “um governo que trabalhará para todos os angolanos sem excepção”. O cabeça de lista do MPLA fez esta afirmação numa fase em que estavam escrutinados mais de 80 por cento dos votos e era irreversível a vitória do partido e a sua eleição para a Presidência da República.

José Eduardo dos Santos, que falava para centenas de convidados num jantar, nos jardins da Cidade Alta, em alusão ao seu 70º aniversário, expressou a sua felicidade por receber o voto de confiança dos angolanos, nas eleições do dia 31 de Agosto. E aproveitou para agradecer aos eleitores que lhe confiaram o voto, ao mesmo tempo que felicitava todos os que foram às urnas. “Sinto-me feliz por ter sido escolhido pelo povo angolano. Mais uma vez os eleitores depositaram a sua confiança no MPLA e no seu candidato para governar Angola nos próximos anos”, disse. A sua declaração de vitória aconteceu quando o escrutínio garantia mais de 70 por cento dos votos ao seu partido.

 José Eduardo dos Santos prometeu fazer “tudo o que estiver ao meu alcance para garantir a aplicação do programa eleitoral do MPLA”. O Executivo que vai ser formado com base na maioria parlamentar tem a missão de criar mais riqueza e “distribuir melhor” durante a legislatura que agora passou a ser de cinco anos.

O Presidente José Eduardo dos Santos prometeu ainda “tudo fazer” para garantir a execução das “políticas públicas que sirvam para melhorar a qualidade de vida de todos os angolanos”. As grandes obras públicas lançadas e concluídas na legislatura que agora terminou tiveram a supervisão do Presidente da República, que lançou pessoalmente vários programas, entre os quais o “Projecto Água para Todos”.

O Presidente José Eduardo dos Santos felicitou os eleitores pela “forma ordeira e pela maturidade com que participaram nestas eleições” e elogiou a Comissão Nacional Eleitoral e os agentes eleitorais “pelo trabalho excelente que realizaram e que está a ser elogiado por todo o mundo”.

Aproveitou a ocasião para endereçar condolências às famílias dos funcionários da CNE e dos agentes da Polícia Nacional que morreram sábado à noite num acidente de helicóptero, na Lunda-Norte. O aparelho acidentado prestava serviço de apoio logístico à CNE.

Banca de jornais

Rádios Online
Angola vai a votos
Saiba onde votar