Últimas
Produtor da notícia

Nova Democracia-União Eleitoral encerra a sua campanha com "festival laranja"

29 de Agosto de 2012, 09:16

A coligação Nova Democracia-União Eleitoral encerra hoje a sua campanha eleitoral com festas e um discurso proferido pelo presidente da coligação, Quintino Moreira, denominado o “festival laranja”, no Largo da Família.

Quintino Moreira disse à imprensa que a coligação tem agendado para o último dia da campanha actividades em todas as províncias. Em Luanda é no Largo da Família, em Viana no Zango 1 e no Cacuaco em frente à igreja da vila.

O presidente da Nova Democracia reconheceu algumas dificuldades durante a campanha, no que toca ao acesso a algumas zonas devido ao mau estado das vias.

O coordenador da campanha eleitoral considerou que depois da campanha os eleitores estão em condições de fazer um juízo de valor dos esforços de cada partido ou coligação. Laiz Eduardo acrescentou que a coligação conseguiu atingir os objectivos preconizados durante o processo eleitoral. O coordenador frisou que depois das eleições gerais Angola vai continuar com a sua marcha normal, porque as eleições são apenas um processo para legitimar os órgãos de poder. Pediu aos eleitores para votarem em consciência e serenidade porque “queremos que as eleições decorram em clima de harmonia e que os eleitores demonstrem atitudes de civismo, maturidade e responsabilidade”. O encontro com o braço feminino teve a participação das mulheres da coligação CASA-CE.

O presidente da coligação apresentou, na cidade do Sumbe, o manifesto eleitoral e o programa. Em encontro sob o lema “Forte e Coesa para a Alternância do Poder”, o cabeça de lista do partido esclareceu que “o primeiro compromisso da Nova Democracia é com os trabalhadores”, independentemente do sexo, credo ou estrato social. O dirigente político disse que a coligação, caso vença as eleições gerais, vai “defender a todo custo os interesses de Angola e dos cidadãos, para que a paz alcançada seja duradoura”.

Banca de jornais

Rádios Online
Angola vai a votos
Saiba onde votar